sábado, 5 de setembro de 2009

Morte no Elevador de Carga

Homem morre esmagado por elevador em Lagoa Santa/MG

Daniela Vargas - TV Alterosa

Um homem de 31 anos morreu esmagado por um elevador de carga na noite desta quarta, em Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ele trabalhava na empresa Maragones de recauchutagem de pneus e foi prensado contra a parede. Segundo o Corpo de Bombeiros Geraldo Romão Filho não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

A sede da empresa fica localizada próxima ao Km 01 da MG-10 e não forneceu informações sobre o incidente. De acordo com a Polícia Militar e os bombeiros, a vítima estava no térreo e carregava o elevador com 1.500 quilos de material. Ele teria pegado uma carona no elevador e ficado preso pela roupa. As costas dele foram prensadas contra a parede e o elevador o esmagou.

Segundo o sargento Jannis Júnior do Corpo de Bombeiros, o homem teria gritado por socorro antes de falecer. Mesmo ainda não havendo laudo sobre o acidente, o sargento apontou irregularidades. Segundo ele, o elevador de carga não pode transportar pessoas. O PM ainda revelou que a máquina não tem portas e é aberto. Ainda de acordo com o ele, na empresa não foram encontrados responsáveis pela empresa no local, socorristas e técnico de segurança do trabalho.

Segundo a Delegacia Regional do Trabalho (DRT), auditores do Setor de Segurança e Saúde do Trabalhador da Delegacia Regional do Trabalho foram enviados para fazer uma fiscalização na empresa.

A equipe vai fazer uma auditoria sobre as condições físicas da empresa, se tem autos de infração relativos a problemas com equipamentos de segurança etc. Também vão verificar a situação dos trabalhadores com relação ao cumprimento das questões da CLT, como carteira assinada. A auditoria pode demorar pelo menos dois dias.



(com informações de Priscila Robini/TV Alterosa)

Nenhum comentário: