terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Feliz 2009!


De repente, num instante fugaz, os fogos de artifício anunciam que o ano novo está presente e o ano velho ficou para trás.
De repente, num instante fugaz, as taças de champagne se cruzam e o vinho francês borbulhante anuncia que o ano velho se foi e ano novo chegou.
De repente, os olhos se cruzam, as mãos se entrelaçam e os seres humanos, num abraço caloroso, num só pensamento, exprimem um só desejo e uma só aspiração: PAZ E AMOR.
De repente, não importa a nação, não importa a língua, não importa a cor, não importa a origem, porque todos são humanos e descendentes de um só Pai, os homens lembram-se apenas de um só verbo: AMAR.
De repente, sem mágoa, sem rancor, sem ódio, os homens cantam uma só canção, um só hino, o hino da liberdade.
De repente, os homens esquecem o passado, lembram-se do futuro venturoso, de como é bom viver.

FELIZ 2009!
Meus amigos desejo que este ano que se inicia todos vocês tenha ENTUSIASMO!
Significado da palavra ENTUSIASMO: Acreditar em si, acreditar nos outros e acima de tudo no poder de Deus para capacitar o ser humano.
FIQUEM COM DEUS E ATÉ O ANO QUE VEM....RS

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Brincadeira de Natal entre Blogs

O meu Blog foi indicado pelo Darcy do Papocicuta para participar de uma brincadeira entre blogs de final de ano. Acho que não é um concurso, é só uma forma diferente de divulgação. Mas para isso, aí vão as regras:

-Linkar a pessoa que te indicou.
-Escrever as regras em seu blog.
-Contar 6 coisas aleatórias sobre você.
-Indique mais 6 pessoas e coloque os links no final do post.
-Deixe a pessoa saber que você a indicou, deixando um comentário para ela.
-Deixe os indicados saberem quando você publicar seu post.

-Seis coisas sobre mim:

1- Palavra que me define - Responsabilidade.
2-Para passar o tempo - Ler, navegar na net, ver filmes...
3-Planos - Entrar na faculdade e fazer um curso de inglês.
4-Religião - Creio em Deus!
5-Cidade Natal - Belo Horizonte - MG
6-Amizade - Uma dádiva de Deus.

Meus indicados:
http://georgedlima.blogspot.com/
http://tecnologossegnotrabalho.blogspot.com/
http://www.amputadosvencedores.com.br/
http://www.liveseg.com/index.html
http://www.ambientalsan.blogspot.com/
http://trabalharseguro.blogspot.com/

Feliz Natal!!!

Olá meus amigos....

Desejo a todos vocês uma boa-nova, e que tudo que vocês forem fazer, vocês tenham êxito nas suas realizações!

E segue uma mensagem para aplicarmos nesta nova etapa que vamos iniciar:
"Se exagerássemos em nossas alegrias, como exageramos em relação aos nossos problemas, os nossos problemas pareceriam menores e nossas alegrias maiores."

Meu Muito Obrigado a todos vocês que me visitou, deixando um recado, um agradecimento, um pedido e um elogio.... São vocês e por vocês que eu continuo com este trabalho!


Feliz Natal e que venha 2009!!!!!


Um abração a todos!

Thiago Leão
Téc. Seg. Trabalho BH/MG

Concurso Público RJ


domingo, 21 de dezembro de 2008

Mensagem do Dia!

sábado, 20 de dezembro de 2008

Lição de Vida!

Neste mundo, um tanto descrente, devemos dá valor ainda mais para as pessoas. Estou postando um história de trabalho, sofrimento, dor, conquista, força, dedicação, amor e superação... enfim, uma lição de vida!
A história do Flávio Lúcio Peralta.



DEPOIMENTO DE FLÁVIO LÚCIO PERALTA


No dia 21 de agosto de 1997 seria o dia em que mudaria toda a minha vida.

Trabalhava em uma empresa que fazia troca de transformador de alta tensão. Logo após o almoço saímos para fazer uma troca em uma chácara,chegando no local preparamos todas as ferramentas para executar o serviço. Logo em que subi a escada seria o momento em que levaria um choque de 13.800 volts,ficando pendurando ao poste e preso ao cinto, o que evitou que caísse lá de cima. Graças à equipe de resgate, que chegou logo ao local, eu fui retirado de cima.

Aí começaria toda uma longa historia em minha vida. Chegando ao hospital com os braços e parte do pé queimados, fui parar direto na UTI, mas a preocupação não seria essa no momento,mas sim com a parte interna do meu corpo. Meu rim não estava funcionando e se ele não funcionasse eu estaria morto hoje. Fazia três dias que estava urinando sangue, mas graças a Deus ele começou a funcionar. Após passar isso, a nova preocupação seria em tentar recuperar os meus braços que estavam queimados, devido ao choque. Mas, infelizmente não teria mas jeito e a única possibilidade seria a amputação dos braços. Eu estava inconsciente e não sabia o que estava acontecendo. A autorização para fazer a amputação ficou para os meus pais. O que não deve ter sido muito fácil para eles.

Após fazerem a amputação houve uma infecção nos braços e tive que voltar para a sala de cirurgia para amputar mais uma parte dos braços.

Depois começou a parte dos curativos. Quando a enfermeira chegava no quarto dava vontade de sair correndo. Com os braços abertos para fazer a limpeza senti uma dor insuportável. Então colocavam gazes na minha boca para poder gritar de dor e para que as outras pessoas não se assustassem com os meus gritos.

Passou a fase de curativos. Agora seria o momento de fazer uma plástica no que restou. O médico tirou a pele da minha perna para fazer o enxerto nos braços . Para essa cirurgia foi necessário ficar no hospital uns 40 dias.

Após a recuperação viria o momento de deixar os braços preparados para colocação das próteses. Mas, meu braço esquerdo, o qual sobrou o cotovelo, teria que aumentar mais ou menos 6 cm, através da colocação de um aparelho, chamado Ilizarove.

Nesta cirurgia, coloca-se um aparelho com um monte de ferro dentro do osso. Nesse momento as dores foram insuportáveis. Mas, deu tudo certo. Quando fui tirar este aparelho tive um choque anafilático,causado pela anestesia. E lá fui eu parar na UTI de novo. Ocorreu tudo bem e fui embora no outro dia.

Agora teria que fazer um enxerto na pele que estava fina se não suportaria a prótese.

Vamos lá de novo para cirurgia. O médico tentou tirar a pele da barriga, mas houve rejeição. Tive então, que colar o braço na barriga por 30 dias. Aí, deu certo. A pele da barriga foi parar na ponta do braço. Essa cirurgia existe a mais de 50 anos. Depois de tudo isto já tinha feito mais de 11 cirurgias. e estava pronto para fazer colocação das próteses.

Hoje vivo muito bem sem os meus braços e a cada dia agradeço a Deus por ter me dado minha vida de volta.

Independente de ser um deficiente físico, amputado, hoje percebo que qualquer pessoa está sujeita a muitos preconceitos. Esses sempre vão existir.

Depois de ter passado por uma experiência como essa, dou valor muito mais na vida.

Consegui colocar minhas próteses e me adaptei muito bem.

Estou casado após o acidente e sou pai de um menino. E lutei muito para idealizar o site
http://www.amputadosvencedores.com.br/.

Hoje estou fazendo palestras na área de segurança do trabalho e sipat.

AGRADEÇO AOS MEUS PAIS, MEUS FAMILIARES E AMIGOS PELO APOIO E PELA FORÇA QUE ME DERAM.
TAMBÉM AGRADEÇO A PESSOA QUE ME FEZ DESCOBRIR O QUE ERA AMOR: A MINHA ESPOSA.

Contato:
francoperalta@sercomtel.com.br
http://www.amputadosvencedores.com.br/
Tel: (43) 3338-1791

Está ai galera um exemplo a ser seguido, e inspiração para que tenhamos sempre força de vontade para conquistar nossos objetivos e lutar para o êxito em nossas vidas!

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Ergonomia, Sinalização e o Uso do EPI



Fonte:youtube

D.O.R.T (Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho)

Uma Doença Ocupacional, onde que as empresas deve ficar atentos e informar, concientizar e dar suporte para seus funcionários para prevenir este mal!




Fonte: youtube

Mensagem do dia!

"Alguns correm atrás da felicidade, mas não conseguem alcançá-la. Sabe por quê? Porque, na verdade, a felicidade corre atrás deles e não pode alcaçá-los porque eles correm atrás da felicidade…"
Bert Hellinger.

Fonte: blog.constelando.com.br

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Diabetes

O que é Diabetes?
Diabetes é uma doença que provoca o aumento do açucar(glicose) no sangue. A glicose é um combústivel necessário ao corpo para o seu bom funcionamento. Para isso, ela deve chegar ás células e gerar energia. Quem faz esse transporte é a insulina, hormônio produzido pela pâncreas. Quando há deficiência na produção ou na ação da insulina, a glicose fica acumulada no sangue. Então, tem-se instalado o Diabetes.

Tipos de Diabetes:
Tipo 1: é o menos comum (apenas 10% da população). Ocorre mais em crianças pela falta total de insulina, devido á inutilização do pâncrea por anticorpos.

Tipo 2: é o mais comum (90-95% da população). Ocorre mais em adultos, embora seja crescente a incidência em crianças e adolescentes devido á alimentação inadequada e sedentarismo. É hereditário e associado ao estilo de vida e á obesidade. Os pacientes com o tipo 2 não são dependentes de insulina, apresentam apenas deficiência parcial dela ou defeito na sua ação.

Tipo Gestacional: é o Diabetes que pode surgir durante a gestação, desaparecendo após a gravidez. Essas mulheres são propensas a desenvolver o tipo 2 futuramente.

Quais são os sintomas?
Os sintomas mais comuns são: cansaço, desânimo, emagrecimento(mesmo com aumento do apetite), muita sede, boca seca e urina excessiva. No tipo 2, os sintomas podem passar despercebidos por anos. Já no tipo 1, eles podem rapidamente evoluir para desidratação sever, levando á internação.

Como tratar o Diabetes?
No tipo 1, o único tratamento é o uso insulina. Já no tipo 2, uma vez que a deficiência dela não é total, temos vários opções: dieta e exercícios, medicamentos para facilitar a ação do hormônio, para ajudar o pâncreas a produzir mais insulina, ou outros que diminuem a absorção de carboidratos. Com tempo, o diabético tipo 2 também poderá necessitar de insulina.

É possível prevenir o Diabetes?
O tipo 1 não há como prevenir. Porém, recomenda-se a amamentação para fortalecer os mecanismos de defesa do organismo e, ainda, não introduzir o leite de vaca na alimentação antes dos 9 meses de idade.

No tipo 2, além da hereditariedade, a obesidade e a vida sedentária são responsáveis pelo seu desenvolvimento. Dessa forma, o estilo de vida pode ser fundamental para determinar um organismo saúdavel ou diabético.
Alimentação:
Uma boa alimentação é feita com o cuidado diário na seleção de alimentos. Deve-se sempre escolher o que faz bem, evitando os produtos industrializados. A melhor comida é a trivial: arroz, feijão, legumes, verduras, carnes e frutas. A melhor dica é evitar excessos, como alimentos ricos em açúcar: doces, chocolates refrigerantes, geléias, tortas e biscoitos doces.

Atividade Física:
O ideal é se exercitar moderadamente. Caminhadas, pelo menos aos finalis de semana, usar escadas ao invés do elevador, descer do ônibus alguns pontos antes, pedalar, enfim, colocar atividade em sua vida.

Consequências do Diabetes:
- Perda dentária;
- Morte prematura;
- Suscetibilidade a infecções;
- Acidentes vasculares cerebrais(derrame);
- Dificuldade de controle da hipertensão arterial;
- Perda progressiva da visão (catarata, glaucoma e lesões na retina);
- Artéria-necrose (arroxeamento dos dedos dos pés, que pode ocasionar amputação);
- Insuficiência renal (podendo levar á hemodiálise e ao transplante renal);
- Insuficiência circulatória (aparecimento de dores com limitação para os movimentos);
- Angina e insuficiência cardíaca (dor intensa no peito, podendo haver infarto do miocárdio);
- Arteriosclerose (deposição de gordura nos vasos sangüíneos).

Recomendações:
Fique atento ao seu peso. O corpo é inteligente e, se você estiver comendo mais do que precisa, ele mostrará na balança. Pense em cada alimento que está ingerindo. Observe se está se sentindo disposto e animado. Se não estiver bem, algo está errado. Comece a melhorar de dentro para fora, com alimentação saúdavel, muito líquido e exercícios físicos. Para ter saúde, melhore o seu estilo de viver.

Fonte:
Dra. Adriana Bosco
Endocrinologista
CRM-MG 21317
Cartilha Sesc/MG

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Parabéns para NÓS!!! ---27/11/2008---

Primeiramente, quero pedir desculpas por abandonar o meu blog, infelizmente este mês esta numa maior correria para variar..... mesmo assim, muito obrigado por sua visita!

Técnicos em Segurança do Trabalho, hoje em especial somos lembrados por todos sobre o nosso papel.....
Temos que lembrar "eles" que todos os dias são nossos também!!!
Temos uma parcela muito importante em qualquer instituição, precisamos, mais que nunca, ser mais valorizado!
Parabéns a todos pelo seu dia!
Um Grande Abraço!

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Vídeo Motivacional



Excelente vídeo motivacional para um treinamento, uma lição de vida!

Trabalho em equipe


O trabalho em equipe é muito importante, como se diz, a união faz a força!

terça-feira, 4 de novembro de 2008

O Acidente de Trabalho e as perdas materiais

"A visão mais comum sobre o acidente de trabalho é aquela ligada às pessoas, mas não devemos nos esquecer que os acidentes causam inúmeros prejuízos materiais. Quando acontece um acidente, máquinas e equipamentos podem ser quebrados ou danificados paralisando linhas de produção, atrasando entregas e causando perdas financeiras que às vezes levam tempo para voltar ao normal.
Além disso, muitos acidentes terminam em mortes ou aposentadorias precoces, fazendo com que todo o investimento em treinamento seja perdido. Claro que tudo isso é muito pouco diante de uma vida humana, mas o fator material não pode ser ignorado. Quando algo é destruído ou algum tempo foi perdido, isso é para sempre, não há como recuperá-los. A empresa pode ter um seguro ou uma reserva de capital para recompor os danos, mas os valores perdidos são para sempre, pois alguém lá na ponta vai pagar esse prejuízo, quer seja através de uma seguradora ou pelos próprios recursos da empresa.
Já ouvimos muitas vezes que devemos “correr atrás do prejuízo”, uma frase totalmente equivocada, pois devemos correr é atrás do lucro, só louco corre atrás de prejuízos. Também já ouvimos falar em “recuperar o tempo perdido”, outra frase sem sentido, pois o tempo uma vez perdido, está perdido para sempre.
O Profissional de Segurança do Trabalho tem como objetivo a prevenção dos acidentes buscando implementar medidas de Segurança que visam minimizar prejuízos de qualquer ordem.
A empresa através de seus representantes tem a obrigação de facilitar “a vida” do Técnico em Segurança, fornecendo-lhe todo o suporte necessário para que o seu trabalho surta efeito, pois só assim os riscos de perdas serão minimizados e a empresa pode obter resultado sempre positivo na sua política de Segurança do Trabalho e conseqüentemente poupando seus equipamentos e maquinários.
O grande desafio do Técnico é aliar a Segurança do Trabalho as constantes reduções de orçamentos da empresa, mas cabem algumas perguntas: Isso é possível? Como uma empresa pode diminuir seus custos sem atingir o setor de Segurança do Trabalho? A resposta para essas perguntas está no ganho da produtividade, pois menos acidentes significam menos afastamentos e menos afastamentos se traduz em mais dias trabalhados.
Um ambiente de trabalho planejado, organizado e com todas as normas de Segurança do Trabalho implementadas, fornece ao trabalhador tranquilidade para o exercício da função e seguramente haverá aumento de produtividade.
A empresa deve manter programas de educação para os seus colaboradores para que transformem o ambiente de trabalho num local onde todos são responsáveis. Nenhum problema deve ser ignorado, pois se uma peça falhar, todos poderão pagar por essa negligência.
A Segurança do Trabalho e o cumprimento das Normas de Segurança é uma responsabilidade das empresas, quem cumprir, não faz mais que a obrigação e para aquelas que desobedecem, cabe ao MTB através das DRT´s e aos Sindicatos identificarem o que está errado e aplicar as medidas necessárias quer seja através de multas ou advertências, para que as empresas façam a sua parte.
Uma empresa não é criada para obter prejuízos e sim lucros, mas o lucro não deve prevalecer sobre a vida humana. Para que haja equilíbrio entre capital e trabalho, a empresa deve proteger o trabalhador.
Os acidentes e os enormes prejuízos por eles causados, já deveriam estar em pauta nas empresas há muito tempo, não há como cortar custos atingindo a Segurança do Trabalho. Uma política de Segurança do Trabalho bem implementada e uma consciência empresarial moderna focada na prevenção são fatores decisivos para uma empresa saudável e economicamente viável".

Por: Valdeci T. Ribeiro - Téc. em Segurança do Trabalho

domingo, 2 de novembro de 2008

Filtro solar em itens de proteção ao trabalhador

Brasília/DF - O Plenário do Senado aprovou um projeto de lei que inclui o protetor, bloqueador ou o filtro solar entre os equipamentos de proteção dos trabalhadores que exercem atividades ao sol. O Ministério do Trabalho terá de incluir os produtos na legislação de proteção aos trabalhadores. As informações são da Agência Senado.
O projeto determina que o Sistema Único de Saúde (SUS) distribua protetores solar aos pacientes vítimas de doenças causadas ou agravadas pelo sol, como o câncer de pele.
A proposta ainda será submetida a uma votação suplementar e depois seguirá para exame dos deputados, que originou o projeto. Os senadores aprovaram um substitutivo que o senador Papaléo Paes (PSDB-AP) apresentou a um projeto oriundo da ex-deputada Laura Carneiro.
O projeto substitutivo institui a Campanha Nacional de Prevenção da Exposição Indevida ao Sol, obrigando o governo a veicular todo ano, nos meios de comunicação.
O projeto substitutivo institui a Campanha Nacional de Prevenção da Exposição Indevida ao Sol, obrigando o governo a veicular todo ano, nos meios de comunicação.
Fonte: JB Online

domingo, 5 de outubro de 2008

Salão de humor sobre meio ambiente

1º Lugar
2º Lugar

3º Lugar
Os organizadores do 1º Salão Internacional Pátio Brasil de Humor sobre Meio Ambiente em Brasília, divulgaram os vencedores da edição de estréia da premiação.

Desenho de Jarbas Domingosde, Recife (PE), ficou em primeiro lugar no salão, que tinha como tema meio ambiente.

2º lugarJosé Antonio CostaTeresina (PI) ;
3º lugar Luís Fernando Pimentel Mendes Brasília (DF).

Palestra Gratuita

Olá meus amigos venho pedir desculpa pela minha ausência e por deixar abandonado o meu blog. Estou numa correria, mais, precisando estamos de prontidão para ajudar. Um abraço a todos!!!

Palestra Gratuita: "Os Modernos Sistemas de Proteção Contra Incêndio"
Palestrante: Jairo Correa e Engº Mimmo Micali
Dia: 28 de outubro de 2008
Horário: 19h00 às 22h00 (2h00 de exposiçaõ + 1 hora de debates)
Local: Auditório do CREA-MG - 6o. andar
Programação:
a) Tópicos abordados pelo Sr.Jairo Correa:
Sistema Detecção/Alarme e Supressão por Agente Limpo
- NFPA 2001
- Protocolo de Kioto
- Fluido 3M Novec 1230
- Aplicação em Data Center.

b) Tópicos abordados pelo Engº Mimmo Micali:
Visão geral das medidas de proteção contra incêndio
- Proteção contra incêndio
- Fenômenos do fogo
- Evolução de um incêndio
- Seqüência tempo-temperatura
- Gráfico da destruição
- Avaliação das estatísticas de danos
- Resultado da operação da extensão das perdas
- Tendências na Detecção contra Incêndio
- Estrutura de um sistema de detecção de incêndio
- Layout de Sistema do Sistema de Alarme de Incêndio
- Sistemas de Controle de Alarme
- Referências & Aplicações.

Promoção: AMES - Associação Mineira de Engenharia de Segurança
Inscrições: 1 kg de Alimento não perecível (entregues no dia da palestra)
Fonefax: (31) 3291-5995
email:ames@uaivip.com.br
Inscrições Aqui: http://www.ames.eng.br/palestra-incendio.htm

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

RECICLAGEM: Amor pelo Lixo

A maior parte do lixo que descartamos poderia ser reciclada.
Você sabia que é possível reciclar praticamente qualquer coisa? Atualmente o lixo só permanece um problema porque não damos a ele um tratamento adequado.
O Brasil demorou bastante para reciclar consideravelmente o seu lixo. Hoje a idéia trouxe muitos empregos e contribui diretamente para a riqueza e qualidade de vida no país. Além disso, grandes progressos foram feitos na ciência da reciclagem. Atualmente existem projetos para reciclar coisas que há pouco pareciam impossíveis de serem aproveitadas. Lixo, esgoto e outros viram energia e outras matérias-primas. Até mesmo o terrível lixo nuclear pode ser reciclado. Mais do que reciclar nosso lixo, é preciso mudar nosso modo de viver, produzir, consumir e por fim, descartar.
Foto: Laura Pozzana

Poema

"Quem vive com segurança não tem pressa,
não se atrasa,
não adoece,
não se engana,
não se acidenta,
é compreensivo,
é cauteloso,
é respeitado por todos,
menos pelo chefe que vive apressado."

Jogo de Sete Erros


Acidente de trabalho: construção civil é 5º em nº de casos

Apesar de não ocupar mais o primeiro lugar entre os setores econômicos com o maior número de acidentes de trabalho, a indústria da construção, no Brasil, mantém elevados índices de ocorrências. Mesmo com os esforços de governo nas três esferas que resultaram, por exemplo, na revisão das normas de segurança e de entidades de classe, o registro de ocorrências, em geral, vem crescendo em termos absolutos.
O número de acidentes de trabalho em todo o país cresceu entre 2004 e 2006, passando de 465.700 para 503.890. Os dados referentes à construção civil ficaram nesse mesmo período, em 28.875 e 31.529, respectivamente. O percentual de acidentes no setor para os dois anos é o mesmo, 6,2%. Em 2005, de um total de 499.680 ocorrências no Brasil, 29.228 (5,8%) foram na construção civil. Os números de 2007 ainda não foram divulgados.

Para o engenheiro e consultor do Ministério Público do Trabalho (MPT), Sérgio Antonio, embora a análise das estatísticas deva levar em conta o crescimento da atividade produtiva, o setor de construção é uma área que "necessita de bastante atenção".

De acordo com o consultor, no mundo inteiro, a maior causa de acidentes fatais na construção é a queda de trabalhadores e também de material sobre os funcionários. O segundo fator são os choques elétricos e o terceiro, soterramentos.

Em fevereiro deste ano, o carpinteiro Domingos Barbosa da Silva trabalhava em uma obra em Águas Claras, cidade do DF distante 20 quilômetros de Brasília, quando caiu do andaime que ajudava a montar. Segundo ele, a tábua que servia de piso quebrou e, apesar do tombo não ter ultrapassado dois metros de altura, ele torceu o tornozelo direito. Não voltou a trabalhar desde então, passando a receber o auxílio-acidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Silva já fez parte de uma Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) e orientava os companheiros como trabalhar com segurança. "Eu dava conselhos para o pessoal usar capacete, não trabalhar sem cinto de segurança quando estivesse no alto", alerta o carpinteiro, que no momento em que sofreu o acidente, não usava os devidos equipamentos de proteção individual.
Silva afirma que este foi o primeiro acidente que sofreu nos cinco anos em que trabalha em obras de construção civil. "O trabalho na construção é perigoso. Comigo nunca tinha acontecido nenhum acidente, mas sempre há algum caso", diz o carpinteiro, citando o exemplo de um companheiro que caiu do sétimo andar de um prédio após o cabo da "cadeirinha" ter se rompido.

Segundo Silva, é cada vez mais difícil encontrar uma obra em que os empregadores não forneçam os equipamentos de proteção aos trabalhadores. "Agora é lei e o técnico de segurança tem que cobrar. E se o pessoal não tiver o equipamento ideal não pode trabalhar".

O Doce amargo da Cana de açucar

Os acidentes de trabalho nas usinas de açúcar e álcool ultrapassaram os da construção civil. Os dados do Ministério da Previdência Social são de 2006 e indicam que nas usinas ocorreram 14.332 acidentes de trabalho contra 13.968 na construção civil (Folha on line, 4.5.08).

Em apenas dois setores da economia foram registrados mais de 28 mil acidentes no trabalho em um único ano! Mas, segundo os dados do Ministério do Trabalho e Emprego - MTE, foram cerca de 1,3 milhão de acidentes de trabalho registrados em 2006 no Brasil, e no mundo, o total chega a 270 milhões de casos, com um total de 2 milhões de mortes por ano. Em cinco anos de guerra no Iraque os E.U.A mataram 1 milhão de civis.

Apesar de matar mais do que guerra, muitas empresas preferem calar à enfrentar as causas que provocam os acidentes no trabalho. Acidentes maculam a imagem ética, de preservação do meio ambiente e respeito à vida, que muitas empresas propagam, sem possuir a "mercadoria". Acidente implica em responsabilidade, danos materiais e morais, e mexe com a parte mais sensível do corpo das empresas, o caixa.

A constatação da Previdência Social era previsível. Na Vara do Trabalho de Guanambi 90% das reclamações trabalhistas de cortadores de cana-de-açúcar das usinas de São Paulo são pedidos de indenizações por danos materiais e morais em virtude de acidentes.

Jovens saudáveis com menos de 30 anos de idade são arregimentados no sudoeste da Bahia e levados para as usinas. Quando retornam, na maioria das vezes, estão mutilados, sem dedos, mãos e parte dos pés. Os acidentes se multiplicam devido a desnutrição e a fadiga de jornadas exaustivas, de vez que o salário está atrelado à produção. Sabemos que hoje um cortador de cana produz 20% a mais do que 30 anos atrás. Para ser produtivo o homem deve trabalhar no ritmo da máquina colheitadeira.

Um estudo da Professora/doutora Maria Aparecida de Morais Silva para a revista NERA _ Núcleo de Estudos e Pesquisas para a Reforma Agrária (2006), relaciona o sofrimento e a morte dos canavieiros ao processo global de racionalização econômica. A universalização da intensificação da exploração e a flexibilização das relações de trabalho submetem os trabalhadores a situações de degradação tal que produz outras formas de sofrimento, até então insuspeitas __ afirma a pesquisadora. Assim, se o karoshi mata os trabalhadores da indústria automobilística no Japão, a birôla mata os canavieiros de exaustão, por overdose de trabalho, nas usinas do sudeste do Brasil! Karoshi, segundo apurou a pesquisadora, é uma patologia do trabalho que resulta da tolerância pelo trabalhador de práticas psicologicamente nocivas e acúmulo de fadiga crônica do corpo, derivada do excesso de trabalho, que termina com o esgotamento e a morte. Para a doutora Maria Aparecida, Karoshi e birôla são termos equivalentes para designar a patologia de uma nova doença relacionada com a produção e o trabalho.

Mas cuidado, a ociosidade constrangedora num ambiente absolutamente asséptico também pode adoecer e matar, e prova disso é o assédio moral.

As gravíssimas condições de trabalho dos cortadores de cana e as contínuas denúncias de morte no local de trabalho estão sob investigação das Organizações das Nações Unidas - ONU. Mas no fórum pode estar sendo gestada uma tese infeliz e de graves conseqüências para os trabalhadores.

Não raro tenho me deparado com sentenças judiciais que reconhecem a culpa dos operários nos acidentes de trabalho. Sorrateiramente se está tentando construir uma jurisprudência __ conjunto de decisões judiciais __ a favor da racionalização econômica, premiando a negligência, o descaso do empregador e punindo o trabalhador vítima de acidente.

A invenção não é tupiniquim, apareceu inicialmente na Espanha e foi veementemente rechaçada pelo Juiz Ramón Saez Valcarcel de Los Juzgados Penales de Madrid, que numa peça exemplar se pergunta: Por Acaso os Trabalhadores se Suicidam no Trabalho?

Diante das estatísticas estarrecedoras (14 mil acidentes em um ano!) e de tudo o que se sabe acerca das condições de trabalho no corte da cana, atribuir a culpa do acidente ao canavieiro é o mesmo que admitir que os trabalhadores estejam propositadamente se suicidando no trabalho. E o que é pior, aceitar essa tese significa contrariar todos os ensinamentos oriundos das normas de prevenção de acidentes no trabalho.

A hermenêutica, quer dizer, o sentido que atribuímos às normas de segurança no trabalho, diz que a alienação do trabalho, fruto da rotina, do automatismo, da monotonia e repetitividade dos gestos, acaba fazendo com que o trabalhador relativize e desconsidere o risco. Daí porque é necessário redobrar o dever objetivo de vigilância do empregador, prepostos e encarregados para prever e neutralizar essas situações.

É dever do empregador se antecipar às possíveis negligencias do trabalhador, às suas omissões ordinárias e aos erros a que está sujeito incorrer, dada sua habitualidade com o risco. O zelo que o trabalhador emprega na realização das tarefas cotidianas faz com que se esqueça de si mesmo e descuide da própria segurança; por isso mesmo deve estar protegido para evitar o acidente.
A Constituição Brasileira (clique aqui) elegeu a dignidade humana como paradigma do direito.
Portanto, saúde, segurança e qualidade de vida são direitos fundamentais do trabalhador. A CLT atribui ao empregador a responsabilidade de proteger o empregado física, psíquica e moralmente, porque a ele, empregador, cabe os riscos do empreendimento.

Canavieiro é, sem dúvida, a espécie animal mais ameaçado de extinção do planeta. Profissionalmente é uma categoria fadada ao desaparecimento em breve com a proibição das queimadas e a mecanização da lavoura. Recomendável a adoção de medidas oficiais de preservação da pessoa humana, criando-se um piso salarial decente e uma aposentadoria especial com os rotundos lucros que o setor vem amealhando.

Aos que pensam ir ao fórum advogar a tese da culpa dos trabalhadores nos acidentes de trabalho é bom lembrar que foi a separação entre direito e ética que resultou no positivismo "ad hitlerum" e se cometeram as piores atrocidades contra a raça humana. O ato de julgar continua invocando a preocupação em realizar justiça; toda sentença deve guardar a pretensão de ser uma sentença justa e, portanto, ética.
Fonte: www.pastoraldomigrante.com.br/Márcia Novaes Guedes - Juíza Federal do Trabalho de Guanambi/BA

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Perigo nas transfusões

Apesar do controle feito pelos bancos de sangue para evitar a contaminação por doenças transmissíveis, o risco de um paciente contrair o vírus da Aids em uma transfusão ainda é significativo no Brasil. O alerta vem de uma pesquisa realizada no hemocentro de São Paulo, que revela que o número de infecções por HIV devido a transfusões no estado é dez vezes maior do que em bancos de sangue europeus e norte-americanos.
O estudo examinou o material coletado entre 1996 e 2001 pela Fundação Pró-sangue, instituição ligada à Secretaria da Saúde de São Paulo e à Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). As doações atingem uma média mensal de 15 mil bolsas, que representam cerca de 24% do sangue consumido no estado.
“Embora a prevalência do HIV nas transfusões tenha diminuído nos últimos anos em São Paulo, o risco de infecção ainda é de 15 casos por milhão, um número que não pode ser considerado baixo”, avalia a médica Ester Cerdeira Sabino, da Fundação Pró-sangue. Os resultados foram apresentados durante a 23ª Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental (Fesbe), realizada em agosto em Águas de Lindóia (SP).
A contaminação em transfusões ocorre porque há um período após a infecção pelo HIV em que o corpo do doador ainda não produziu uma quantidade de anticorpos suficiente para ser detectada pelos exames realizados nos bancos de sangue. “Com os dois testes de anticorpos feitos atualmente, essa janela imunológica é de 22 dias”, conta Sabino.
Comportamento de risco
A situação se agrava porque muitas pessoas vão aos bancos de sangue com a intenção de obter, de maneira rápida, um exame sangüíneo, como mostrou pesquisa feita com doadores da Fundação Pró-sangue. E pior: alguns desses indivíduos têm comportamento de risco e acabaram de se expor ao HIV. “Como eles querem um resultado rápido, procuram os bancos de sangue justamente no período da janela imunológica”, ressalta a médica.
A pesquisa revelou um dado que pode confirmar essa atitude: a prevalência do HIV é maior entre os chamados doadores altruístas (aqueles que vão ao hemocentro por conta própria) do que entre doadores de reposição (que doam sangue porque têm algum parente hospitalizado que necessitou de transfusão).
Para diminuir os riscos de infecção pelo HIV nas transfusões, a pesquisadora sugere a realização de um terceiro teste nas bolsas de sangue, que reduziria a janela imunológica em 11 dias. “Além disso, é preciso tornar mais eficiente a triagem clínica dos doadores e ensiná-los a não doar se tiverem dúvida com relação à sua exposição ao HIV”, acrescenta Sabino. Agora a equipe avalia quais seriam as campanhas mais adequadas para evitar a doação de sangue em caso de comportamento de risco.

Thaís Fernandes
Ciência Hoje On-line
Fonte: cienciahoje.uol.com.br

terça-feira, 26 de agosto de 2008

Meio Ambiente pede Socorro!!!



Fonte: youtube.com

A História da Segurança do Trabalho



Fonte: youtube.com

O importante não é a produção e a Segurança no Trabalho

domingo, 24 de agosto de 2008

Video Anti-Tabagismo

O fumo não perdoa "mata"

Quem já ouviu essa frase?
“Fumar mata devagarzinho, por isso que eu fumo bastante para não morrer de repente”

Essa frase é muito boa para dar risadas, mas com certeza não contribui para a sua saúde. O Cigarro considerado uma das drogas lícitas, pois, é permitido por nossa legislação, possui mais de 4.000 substâncias que causam danos a nossa saúde. Muitos tipos de câncer estão associados ao cigarro, como por exemplo: Boca, garganta, laringe, faringe, estômago, bexiga e o mais mortal deles, o Câncer de Pulmão, além do enfisema Pulmonar, que é uma doença obstrutiva crônica causadora de muitas mortes.
O cigarro também causa derrames e a trombose, lesando veias e artérias do seu organismo que acabam perdendo a capacidade funcional, levando a amputação de membros.
Já se foi o tempo em que fumar era Chique, símbolo de Status. Hoje o cigarro se tornou um caso de saúde pública no mundo todo. Para vocês terem uma idéia o cigarro não faz bem nem para a indústria do Tabaco que em outros países já sofrem revezes violentos através de processos milionários movidos por fumantes.
Deixar o vício, além de muita força de vontade, requer o apoio da empresa, dos amigos e principalmente da família. Parar de fumar é um problema que o fumante precisa encarar não como um sacrifício, mas um benefício para si e todos que estão a sua volta, pois quem fuma, involuntariamente obriga as pessoas que estão perto de si a fumarem juntas, são os chamados “fumantes passivos” que também padecem das mesmas doenças que o fumante ativo.
Fumar em local que exista crianças é uma verdadeira crueldade, já que a mesma está passando por um processo de transformação, na qual ainda é um ser frágil e totalmente vulnerável as ações prejudiciais e danosas do cigarro.
Se você parar de fumar hoje, certamente irá sentir os benefícios dessa atitude já nas próximas horas e dias, respirando melhor, dormindo melhor, sentido o cheiro e gosto dos alimentos. PARE DE FUMAR, A SUA SAÚDE AGRADECE.
Por: Valdeci T. Ribeiro - Téc. de Segurança do Trabalho

O alcoolismo no trabalho

Há muito tempo o alcoolismo é considerado uma doença pela OMS – Organização Mundial da Saúde, além de ser um dos mais recorrentes e debatidos temas nas empresas principalmente em palestras nas SIPAT´s.
A empresa tem que ter sensibilidade com os funcionários que passam por esta situação, não podendo fechar os olhos e nem tentar se livrar do problema com atitudes drásticas como a demissão, por exemplo. A demissão aliás, deve ser o último recurso a ser adotado pela empresa em casos de funcionários alcoólatras. A solidariedade e o tratamento são as alternativas mais justas e humanas para as pessoas que buscam através do álcool a fuga para os seus problemas e frustrações do dia-a-dia.
O alcoolismo afeta o convívio social, a família, o rendimento no trabalho, além de acometer o indivíduo á diversos problemas de saúde. Mais do que uma doença física, o alcoolismo é um verdadeiro massacre ao indivíduo, pois, o mesmo passa a ser segregado, ocasionando a esta pessoa um profundo sentimento de culpa, dificultando a sua saída do vício. A compreensão e a ajuda familiar são fundamentais no tratamento do alcoólatra que deve aceitar a sua condição de doente para que o tratamento surta efeito.
A melhor forma de “tratar” abertamente na empresa o assunto é através das palestras periódicas, ministradas por profissionais experientes no tratamento do alcoolismo. Quando o problema do alcoolismo é identificado na empresa, a abordagem deve ser cuidadosa, sem humilhações e principalmente com muito respeito ao funcionário. Termos pejorativos relacionados aos alcoólatras devem ser veementemente combatidos por se tratar de assédio moral que prejudica e leva o alcoólatra a uma condição de extremo sofrimento e baixa estima.
O indivíduo alcoólatra não aceita a condição de doente negando inclusive o problema com o vício, daí a necessidade do envolvimento familiar. Uma conversa franca e honesta, conduzido pelo psicólogo(a) da empresa ajudam na compreensão. O remanejamento temporário de funções perigosas ou que causem riscos à vida de terceiros é necessária até que o funcionário esteja apto a exercer as suas funções.
Para as empresas de transportes a atenção com alcoolismo é ainda maior, pois, motoristas doentes trafegam pelas estradas sobre o efeito do álcool causando inúmeros acidentes. A lei 11.705 conhecida como a “lei seca” apesar de muitas contestações, é um instrumento legítimo que o Estado dispõe para responsabilizar motoristas que insistem em beber antes de dirigir.
O alcoolismo é tão grave que às vezes toda a família deve ser tratada tamanho o estrago ocorrido no relacionamento e conflitos familiares devido aos longos períodos da permanência do indivíduo no vício.
Os alcoólatras não necessitam de pena e sim da nossa compreensão e solidariedade. O problema existe e não deve ser ignorado, o doente precisa ser tratado para o bem de todos, família, empresa e principalmente o alcoólatra.

Por: Valdeci T. Ribeiro - Téc. de Segurança do Trabalho

domingo, 17 de agosto de 2008

Palestra sobre NR's e NR-10

A palestra que irá ocorrer no CREA-MG vem com intuito de abortar os 30 anos da Norma Regulamentadora em uma abortagem prática.
Outras informações:
Local: CREA MG - Av: Alvares Cabral, 1600 Auditório
Data: 04/09/08
Horários: 19:00h ás 22:30h - coffe break - 19:45h ás 20:30h
inscrições: http://www.ames.com.br/
informações: AMES - 31 3291 - 5995 ames@uaivip.com.br
Observação: A palestra e gratuita, sendo que os interessados contribuirão com 1kg de alimento não perecível á ser doado para uma instituição filantrópica.

Ps: Quem interessar poderei repassar a cartilha sobre as informações da palestra por email.

Novo cálculo de insalubridade do TST é suspenso pelo Supremo

Brasília - O Supremo Tribunal Federal ( STF) ao julgar uma reclamação proposta pela Confederação Nacional da Indústria ( CNI) decidiu, liminarmente, suspender a aplicação da Súmula nº 228 do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que estabeleceu alterações no cálculo do adicional de insalubridade. A liminar contempla especificamente a mudança relacionada ao cálculo do adicional de insalubridade calcado no salário básico.
O mérito da ação ainda não foi julgado pelo Supremo. Até a edição da súmula do TST, o cálculo era feito sob o salário mínimo. A determinação do TST é de que a partir de 9 de maio, o adicional teria como base de cálculo o salário profissional do trabalhador ou um critério mais vantajoso fixado por instrumento coletivo. A alteração foi motivada pela Súmula Vinculante nº 4 do Supremo, que considerou inconstitucional o artigo 192 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), que previa a antiga forma de cálculo. Isso ocorreu para recepcionar a determinação do artigo 7º da Constituição Federal, pela qual é vedada a vinculação do salário mínimo para qualquer fim.
A mudança desagradou empresas porque o adicional de insalubridade é usado como base de cálculo para horas extras, contribuições previdenciárias e 13º salário. A advogada da CNI, Maria de Lourdes Sampaio, ao ajuizar a reclamação no Supremo explicou as conseqüências que a súmula do TST poderia causar.
"A súmula criou um passivo incomensurável para as empresas", disse Maria de Lourdes. Em sua opinião, o Supremo concedeu a liminar pois encontrou fundamentos de conflito entre a determinação do TST e a Súmula Vinculante nº 4. Isso porque, no julgamento do recurso que deu origem à súmula vinculante, no qual a CNI participou como parte interessada na ação, decidiu-se que mesmo inconstitucional, o cálculo só seria alterado com a edição de nova lei e não por meio de decisão judicial.
Com a suspensão da súmula do TST, não se sabe ao certo que cálculo deve ser adotado. Para o advogado Fabio Medeiros, do escritório Machado Associados, as empresas não devem se precipitar e alterar o cálculo. “Uma vez aumentado, o salário é irredutível. Vamos aguardar um posicionamento do Ministério do Trabalho e do Emprego, responsável pela fiscalização", disse.
Fonte: CNI

domingo, 3 de agosto de 2008

Segurança no Lar

Segurança no Lar

Segurança no Lar


Ficamos em uma luta constante na prevenção de acidentes nas nossas empresas. Mas já paramos para pensar como que está a nossa casa, o nosso lar? Na nossa casa temos que avaliar os riscos, sendo que há muitas situações de risco que muitas das vezes passam despercebidos por nós!


O lar deveria ser o local mais seguro de nosso meio ambiente, entretanto a falta de cuidado e atenção fazem que seja transformado em um dos locais mais perigosos.

Estatísticas de acidentes compiladas nos Estados Unidos indicam que acidentes fatais no lar apresentam a seguinte proporção de ocorrência:

*números estes expressos como percentual do número total de acidentes fatais na América.

Quedas: 28%

Queimaduras: 19%

Envenenamento: 17%

Choques: 14%

Asfixia: 6%

Outros: 16%

As casas podem se tornar verdadeiras armadilhas quando não é dedicada atenção a determinados detalhes de sua construção ou de sua mobília.

Escadas são projetadas não considerando a presença de crianças e nem que os habitantes da casa irão envelhecer. Daí a razão que as quedas, mesmo em paises desenvolvido, são repensáveis pelo maior número de acidentes no lar que resultam em fatalidades.

Em um lar comum uma infinidade de substancias químicas são usadas e manipuladas e sobre as quais quase nada sabemos, e por esta razão na maioria das vezes são tratadas e utilizadas como substancias inofensivas. Um simples armário pode apresentar uma concentração de material químico por metro quadrado, as vezes maior que o encontrado em muitas industrias.

Nas industrias as substancias químicas são conhecidas por seus nomes e características, sendo suas propriedades estudadas para que possam ser manipuladas com segurança evitando assim o acidente. Entretanto o mesmo não ocorre em nossos lares pois as substancias químicas são introduzidas por meio de produtos com nomes que representam as marcas dos fabricantes. Tais marcas estão unicamente ligadas à ação que o produto exerce (detergente, removedor, amaciante etc) e não às suas propriedades, por esta razão o aspecto preventivo ao mal uso é totalmente ignorado.

Vejamos alguns exemplos:

*Detergentes que lavam mais branco possuem em sua composição: soda caustica, ácidos graxos, fosfatos, cloro.
*Desinfetantes e limpadores: ácido clorídrico, amonia.
*Álcool,vinho,wisky,aguardente : álcool etílico.
*Refrigerantes : ácido fosfórico
*Desodorantes: tetracloroidróxido de alumínio; estearato.
*O agradável pinho silvestre pode conter: amônia e compostos benzênicos.
*Inseticida "spray" que mata todos os insetos: esteres ácidos como: permetrina, piridina. Entre outros...
Avaliando os riscos :

Crianças aprendem por imitação e podem aprender coisas perigosas da mesma maneira que coisas úteis, nos primeiros anos de vida não fazem distinção entre uma coisa e outra. Justamente por causa disso que adultos deveriam evitar fazer na presença de crianças coisas que não gostariam que elas emitassem (tomar remédios, fumar, colocar objetos estranhos na boca etc.)

No lar existem muitas possibilidades de crianças encontrarem objetos que não foram feitos ou projetados para serem manipulados por elas, principalmente porque nossas residências não são projetadas levando em conta a presença de crianças e nem de idosos.

Onde estão os riscos?

Cozinha - apresenta um grande potencial de acidente principalmente em razão de ser o local onde as pessoas permanecem a maior parte do tempo durante o período em que a criança está acordada e por concentrar : chama; temperatura; eletricidade, equipamentos rotativos, dispositivos cortantes etc. Normalmente os adultos neste local estão ocupados, preparando alimentos com horário determinado para ficarem prontos, e deixam a criança livre para exercer sua criatividade exploratória.

Dispensa e área de serviço - neste local existe muito material atraente às crianças pelas cores, formato das embalagens e boa sensação ao toque. Caixas de detergentes com cores e desenhos vivos, desinfetantes com aroma atraente e muitas vezes condicionantes, garrafas de desinfetantes transparente e revelando um liquido semelhante ao leite, esponjas macias e ótimas para coçar as gengivas etc.

Banheiros - normalmente neste local são guardados os remédios da residência. Remédios particularmente são atrativos para as crianças pelas cores e formatos e fáceis se serem colocados na boca, no nariz e nos ouvidos.

Animais - os animais conhecem as crianças porém as crianças não conhecem as reações dos animais. O cãozinho mais dócil irá dar uma mordida quando seu olho for apertado.

Um pouco de estatística

Nos Estados Unidos:

*Acidentes são a principal causa de morte de crianças, evidentemente que no Brasil é a subnutrição.
*Acidentes com crianças no lar produziram 10.4 milhões de atendimento em emergência.
*Anualmente 8.000 crianças sofrem fatalidades, e 50.000 invalidez permanente por acidentes possíveis de serem evitados.
*Nove dentre 10 acidentes no lar são evitáveis.

A única maneira de evitar o acidente é a prevenção pelo conhecimento e controle dos riscos.
A falta de tempo ou interesse dos pais em dedicar atenção ao aspecto segurança de seus lares poderá resultar em um acidente que poderá comprometer o futuro da criança.

Algumas dicas de prevenção:
Não tome medicamentos na frente das crianças.
Mantenha todo medicamento em reservatório fechado.
Não coloque canetas, lápis na boca na presença de crianças.
Não compre brinquedos que possibilitem o desmonte em partes pequenas. Inspecione com frequência o estado dos brinquedos.
Coloque protetores em todas as tomadas elétricas da casa. Evite que a criança tenha acesso a qualquer objeto metálico pontiagudo.
Elimine o uso de abajures em cima de mesas e que estejam ao alcance das mãos da criança.
Não deixe bocais de lâmpadas sem as mesmas.
Não permita que a criança brinque com botões de televisores ou aparelhos de som.
Evite que a criança tenha acesso à cozinha, principalmente durante as horas em que estão sendo preparados os alimentos.
Mantenha panelas com os cabos voltados para a face interna do fogão.
Só use liqüidificadores, torradeiras longe da presença de crianças.
Mantenha facas e garfos em gaveta fechada e fora do alcance da criança.
Mantenha o cilindro de gás em compartimento ventilado e fora do alcance de crianças.
Mantenha cordões de cortinas a uma altura 1metro acima da altura da criança.
Mantenha todo material de limpeza trancado e fora do alcance de crianças.

sábado, 26 de julho de 2008

Dirigir e falar no celular combinação perigosa!

(Seg.Trab.) Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho


O Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho, comemorado em 27 de julho, é uma data para destacar a importância da segurança no trabalho e de programas de qualidade de vida, que garantam a saúde do trabalhador das instituições do país. Este dia foi escolhido por ter sido quando o Ministro do Trabalho, na época, Júlio Barata, publicou, em 1972, as portarias 3.236 e 2.237, obrigando a existência de Serviço Especializado em Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) nas empresas com mais de 100 funcionários.

Um dos motivos que levou Júlio Barata a regularizar a medida foi a imagem negativa que o Brasil apresentava com relação aos acidentes de trabalho: quase 40% dos profissionais sofriam lesões, e 1,7 milhão de acidentes ocorriam por ano. Essa estatística levou o Brasil a sofrer uma grande pressão por parte do Banco Mundial, que ameaçou retirar qualquer empréstimo ao país se esse quadro permanecesse.

Hoje, 36 anos depois, segurança é sinônimo de qualidade para as empresas, e para este indicador estar positivo se torna indispensável a presença dos funcionários especializados em medicina do trabalho dentro das instituições. Cuidar da segurança, da saúde e da vida dos trabalhadores, através de técnicas e de um processo educativo, será o principal papel desses profissionais. Financeiramente, também é vantajosa essa opção, já que por outro lado é bom evitar gastos com processos, indenizações e tratamentos de saúde em casos que poderiam ter sido evitados.

Fonte: IBGE.gov.br

(Seg.Trab.) Acidentes de trabalho matam mais do que as drogas

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), os acidentes de trabalho são a causa da morte de mais de dois milhões de trabalhadores no mundo por ano. São três pessoas que morrem a cada minuto devido a condições impróprias de trabalho. Acompanhe os dados da OIT:
- Em 2001, morreram 650 mil pessoas em conflitos armados. As vítimas de morte por acidentes de trabalho foram mais de um milhão e 300 mil pessoas
- mais que o dobro!- No mesmo ano, 340 mil pessoas foram afetadas devido ao contato com substâncias perigosas (produtos químicos e radioativos, por exemplo).
- O contato com o amianto foi responsável pela morte de 100 trabalhadores em 2001 - a maioria ocupada na construção civil.
- A falta de segurança no trabalho mata mais do que as drogas e o álcool juntos.
- Os setores que apresentam menores condições de segurança em todo o mundo são a agricultura, a construção civil e a mineração.
Apesar de estes setores liderarem a lista de acidentes, o Brasil testemunha atualmente o alarmante número de acidentes em uma categoria de trabalho em expansão: os motoqueiros. O serviço de courier através de motos une vários fatores de risco: violência das ruas, roubos seguidos de mortes (latrocínios), acidentes de trânsito, entre outros.

Fonte: IBGE Teen

(Saúde) Sexo: menos constrangimento, mais responsabilidade

Até outubro deste ano, 400 máquinas de preservativos deverão estar disponíveis nas escolas da rede pública. As máquinas já estão sendo construídas por duas escolas técnicas, informou o diretor adjunto do Programa Nacional de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) e Aids, Eduardo Barbosa.
"A expectativa é de que todas as escolas públicas tenham pelo menos uma máquina", disse Barbosa. "No final deste ano, iremos avaliar o uso e a adequação no ambiente escolar, práticas de informação e orientação em torno disso". Ele explicou que o funcionamento da máquina de preservativo é semelhante ao de uma de refrigerante. O aluno vai ter uma senha ou ficha – que será disponibilizada pela escola – para retirar sua cota semanal de camisinha. A distribuição é gratuita.
Desmistificacão
Para Barbosa, a máquina vai atender as reivindicações dos jovens que apontaram essa forma de distribuição como menos constrangedora, já que não é necessário dar explicações cada vez que for retirar a camisinha. Para Miguel Fontes, coordenador da John Snow Brasil, consultoria especializada em marketing social, com sede em Boston (EUA) e mais de 100 projetos desenvolvidos para a transformação social e a melhoria da qualidade de vida, "as máquinas de preservativos na escola influenciam no debate sobre sexualidade responsável".
Fontes acredita que a inciativa também contribui para a desmistificação do preservativo como um produto essencial na vida das pessoas. "Sexo deve ser considerado como algo normal e parte integral do bem-estar da vida das pessoas, sejam jovens, adultos ou idosos", afirma.
Sexualidade saudável
Um estudo realizado pela Durex Network sobre sexualidade humana em 26 países, incluindo o Brasil, confirmou que quanto mais cedo for a educação sexual mais preparados e confiantes os indivíduos estarão para exercitar uma sexualidade saudável.
"No caso de crianças (antes da puberdade) alguns cuidados são necessários, como a adaptação da linguagem e discurso lúdico, para que não haja uma imposição de questões que apenas precisam ser consideradas após alguns anos de vida", diz Fontes.
"No entanto, assim como acontece para os comportamentos de trânsito seguro, reciclagem de lixo e consciência social, quanto mais cedo houver uma abordagem humana sobre essas questões, o indivíduo se torna mais próximo desses comportamentos, culminando com hábitos saudáveis para toda sua vida", completa o consultor.
Prevenção
O estudo da Durex Network também afere que pessoas que foram expostas a educação sexual aos 10 anos de idade são significativamente mais confiantes em relação a prevenção das DSTs, prevenção de gravidez indesejada, satisfação sexual e fontes de informação/educação sexual.
"No Brasil, a tendência é exatamente a mesma. Sendo assim, a máquina de preservativos nas escolas oferece a oportunidade de maior acesso a esse precioso bem de saúde pública", ressalta Fontes. "Uma única restrição seria a privacidade dos jovens na hora de pegar o preservativo na máquina", completa.
Em princípio, cerca de 1.500 instituições que fazem parte do Programa Saúde e Prevenção nas Escolas (SPE) receberão as máquinas. "Mas por meio de um processo de adesão, cada escola deve fazer sua solicitação", explica Eduardo Barbosa.
Fonte: yahoo.com.br

(Saúde) Estresse aumenta risco de doenças oculares

No Brasil, o estresse atinge 70% da população segundo levantamento da ISMA (International Management Stress Association). Para piorar, a alimentação do brasileiro não vai bem. O IBEG (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) aponta que 40% da população adulta está acima do peso, mas o consumo de frutas, legumes e verduras no País é baixo, um claro sinal de deficiência alimentar. De acordo com o oftalmologista do Instituto Penido Burnier, Leôncio Queiroz Neto, além dos maus hábitos alimentares, o déficit nutricional pode ser causado por transformações decorrentes do processo de envelhecimento, estresse e má absorção dos alimentos provocada por tabagismo, doenças ou medicamentos.
Quando o assunto é visão, ele diz que além do excesso de atividade física ou intelectual, os principais fatores estressantes são: esforço visual provocado pelo uso de óculos de grau desatualizados e uso intensivo do computador.
Mulheres
O especialista afirma que o estresse esgota alguns nutrientes. Destaca o magnésio, potássio e cálcio que mantêm o bom funcionamento de todos os músculos, inclusive dos orbiculares que respondem pelo movimento das pálpebras. Por conta desse esgotamento, comenta, é cada vez mais freqüente o número de pacientes que chegam ao consultório com espasmo palpebral, na proporção de duas mulheres para cada homem.
Ele afirma que a incidência é maior entre mulheres porque muitas tomam diurético para emagrecer e acabam eliminando potássio na urina. É um perigo, adverte, porque a deficiência de potássio pode levar à arritmia cardíaca. Outro fator, observa, é a menor absorção do cálcio na pós-menopausa causada pela queda da produção de estrogênios.
Além do estresse, o consumo excessivo de cafeína, álcool e açúcar podem levar à deficiência desses nutrientes e causar o movimento involuntário das pálpebras. Por isso, para muitas pessoas, basta diminuir este consumo para eliminar o problema. Nos casos persistentes, ele diz que o tratamento requer suplementação nutricional que é estabelecida após exame de sangue, para evitar problemas mais graves como hipertensão arterial, osteoporose, arritmia cardíaca e até alguns tipos de anemia.
Antioxidantes
Outro efeito do estresse sobre os olhos é o acúmulo de radicais livres que acelera a oxidação das células e pode levar à perda da visão. Queiroz Neto afirma que em diversos estudos internacionais há evidências de que incluir na dieta antioxidantes – betacaroteno, luteína, zeaxantina, vitamina E, vitamina C – associado a zinco protege os olhos dos danos causados pelos radicais livres. Isso não quer dizer que a suplementação recupere a visão ou impeça o desenvolvimento da degeneração macular, maior causa de cegueira irreversível no mundo.
Entretanto, um estudo do National Eye Intitute, órgão do governo americano, aponta que a suplementação com antioxidantes reduz em 25% a progressão da doença. Já contra a catarata ele diz que o melhor protetor é a luteína que filtra a luz azul, responsável pela oxidação do cristalino. Outros nutrientes como óleo de linhaça e ômega-3 são benéficos para o olho seco que se agrava no inverno com o aumento da estiagem. Queiroz Neto diz que o ressecamento da lágrima associado ao acúmulo de poluentes no ar torna os olhos mais vulneráveis a alergias e contaminações por vírus ou bactérias. Todos estes nutrientes são encontrados nos alimentos.
Receita
As fontes de nutrientes que preservam a saúde ocular são:
- Vitamina A/ Betacaroteno: Ovos, laticínios, cenoura, pimentão vermelho, manga e folhas de verde intenso.
- Vitamina E: Amêndoas, semente de girassol.
- Vitamina C: Frutas cítricas, mamão, tomate, brócolis.
- Zinco: Mariscos, ostras, feijão, lentilha, nozes.
- Luteína: Gema de ovo, folhas verdes, ervilha.
- Zeaxantina: Milho, pimentão amarelo, laranja, abóbora.
- Ômega 3: Bacalhau, salmão, atum, arenque, semente de linhaça.
Os suplementos só devem ser usados sob prescrição médica. Isso porque altas doses de zinco podem causar câncer de próstata e entre fumantes o betacaroteno em grande quantidade aumenta o risco de câncer no pulmão.

Fonte: yahoo.com.br

sábado, 28 de junho de 2008

Temos que avaliar todas as possibilidade para não acontecer nada de errado...

video

video

Fonte: youtube.com

Fotos para sua Campanha Anti-tabagismo


Vários Artigos!!!

Segue uma dica para complementar os seus estudos. Um site com vários artigos interessantes para baixar. (Segue abaixo o link do site)

http://areaseg.com/artigos/

quinta-feira, 19 de junho de 2008

EPI's para transportar e/ou manusear produtos químicos


Projeto quer tornar obrigatória prática de ginástica laboral

Brasília/DF - O deputado Percival Muniz (PPS), líder do Bloco Independente (PPS, PDT, PSDB e PTB) apresentou na Assembléia Legislativa projeto de lei que dispõe sobre a prática de ginástica laboral.
O objetivo da proposta do deputado Percival é obrigar o Estado tanto na Administração Direta e como Indireta, Autarquias e Fundações, bem como, do Ministério Público, Defensoria Pública e do Tribunal de Contas a implantar em seus quadros a prática de ginástica laboral e, desta forma, contribuir para melhorar a saúde de seus funcionários.
"A ginástica laboral visa propiciar o repouso ativo dos trabalhadores, por alguns períodos, durante a jornada de trabalho", justifica Muniz, acrescentando que possibilitará o funcionário desenvolver seu trabalho com precisão e agilidade, além de minorar problemas detectados com trabalhadores combatendo o estresse, o sedentarismo, a redução da sensação de fadiga no final da jornada de trabalho.
De acordo com o projeto, que já vem sendo implantado com sucesso em outros estados, a ginástica laboral deverá ser desenvolvida por profissionais da área da Educação Física. Este profissional deverá ter sólidos conhecimentos nas áreas de fisiologia do exercício, ergonomia, técnicas de relaxamento, alongamento, segurança do trabalho, medicina ocupacional, massagem e dinâmicas de recreação e lazer.
O professor de ginástica laboral deverá, ainda, conhecer todos os setores dos órgãos para implantar suas atividades, respeitando as normas de segurança, como os riscos ambientais relacionados a este tipo de atividade.
As atividades de ginástica laboral, segundo o projeto, serão exercitadas dentro do horário normal de trabalho, cabendo à direção de cada empresa, em conjunto com o profissional da área, estabelecer o tempo e o horário para o desenvolvimento destas atividades para os funcionários de cada departamento.
O programa deverá ser planejado pelo profissional da área da Educação Física de acordo com os setores de cada empresa e, para implantá-lo, deverá passar por uma avaliação criteriosa do ambiente de trabalho e de todos os funcionários em particular.
Fonte: O Documento - 12/6/2008

NR's Atualizadas

Segue abaixo o link para baixar NR's atualizadas.

http://www.mte.gov.br/legislacao/normas_regulamentadoras/default.asp

Protega a sua visão

O óculos é ignorado muitas das vezes pelos os colaboradores, que questiona com mil e uma desculpas....
Precisamos sempre avaliar cada caso, mais não devemos fazer "vista grossa" para a não utilização do óculos. A visão é uma dádiva de Deus, mais que pode ser prejudicada pela não utilização do equipamento .

terça-feira, 3 de junho de 2008

Dez Dicas Para se Proteger do Câncer

1. Pare de fumar ! Esta é a regra mais importante para prevenir o câncer.
2. Uma dieta alimentar saudável pode reduzir as chances de câncer em pelo menos 40%. Coma mais frutas, legumes, cereais e menos carnes e alimentos gordurosos. Sua dieta deveria conter diariamente pelo menos 25 gramas de fibras, e a quantidade de gordura não deveria ultrapassar 20% do total de calorias ingeridas.
3. Procure abrir mão totalmente ou limitar a ingestão de bebidas alcólicas. Os homens não devem tomar mais do que dois drinks por dia, enquanto as mulheres devem limitar este consumo a um drink. Além disso, incorpore a prática de exercícios físicos à sua rotina diária. Excercite-se moderamente durante pelo menos 30 minutos 5 vezes por semana.
4. A mulher deve fazer um auto-exame das mamas todo mês. Com 35 anos de idade a mulher deverá submeter-se a uma mamografia de base, com 40 anos, um ou duas mamografias de segmento e a partir dos 50 anos uma mamografia anual.
5. A mulher a partir dos 20 anos deverá submeter-se anualmente a um exame preventivo do colo do útero (Papanicolaou).
6. O homem deverá fazer um auto-exame dos testículos todo mês.
7. Homens e mulheres com mais de 50 anos devem solicitar ao médico um exame anual de sangue oculto nas fezes.
8. Os homens com mais de 50 anos devem procurar o médico regularmente para o exame de toque retal para prevenir o câncer de próstata.
9. Evite a exposição prolongada ao sol e use filtro protetor solar fator 15 ou superior.
10. Faça regularmente um auto-exame da boca e da pele.

Fonte: Instituto Nacional do Câncer - INCA

Emagrecer de maneira saudável

Para muitas pessoas, aderir à musculação pode significar aumento de peso ou nenhuma perda na balança. O que estas pessoas não sabem, entretanto, é que embora haja uma baixa da porcentagem de gordura, há também um aumento da massa magra (massa muscular).
A prática da musculação acelera o metabolismo favorecendo a queima de gorduras pelo organismo. Apesar de não haver queima de gordura como fonte de energia, durante o esforço (onde usa-se o fósforo, a creatina e a glicose anaeróbia), existe um processo chamado gliconeogênese, que é a utilização de gordura para repor as calorias perdidas durante o treino.
É o aumento da massa muscular que acelera o metabolismo de 17 a 25 vezes mais do que a massa de gordura. Quem faz musculação tem o metabolismo 12% mais acelerado no pós-treino e até 15 horas depois esta taxa continua 7% mais alta. Assim sendo, quanto maior a massa muscular, mais acelerado será o metabolismo e o gasto calórico.
Fonte: Equipe Bem Star/yahoo

I SEMINÁRIO ESTADUAL DO TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO DE MINAS GERAIS

A Formação, Capacitação e a Atribuição dos Técnicos de Segurança do Trabalho nas empresas, a Questão Salarial em Minas Gerais e o Conselho Federal dos TST - CONFETEST.

08:30 às 09:00 – CREDENCIAMENTO

09:00 às 09:30 - ABERTURA

09:30 às 11:00 - PAINEL 01 – A QUESTÃO DA FORMAÇÃO DOS TST;
EXPOSITORA: MARTA DE FREITAS – Coordenadora da FUNDACENTRO MG;
EXPOSITOR: JOSÉ AUGUSTO DA SILVA FILHO – Diretor Secretário Geral da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Comércio (CNTC), Coordenador do Fórum Sindical dos Trabalhadores (FST) e Conselheiro do Conselho Nacional de Meio Ambiente (CONAMA);

11:00 às 12:00 HORAS - PAINEL 02 – A QUESTÃO SALARIAL DOS TST
EXPOSITOR: CLAUDIO KCAU – Diretor da FENATEST, Secretário Geral do SINTEST/MG e Moderador do Grupo SESTMG;
EXPOSITOR: EDELTRUDO MALDONADO MOREIRA – Vice Presidente do Sindicato dos Técnicos de Segurança do Trabalho de Minas Gerais - SINTEST/MG;

12:00 às 12:30 - PAINEL 03 – A QUESTÃO DOS TST NAS EMPRESAS E O CONFETEST
EXPOSITOR: ELIAS BERNARDINO DA SILVA JR. – PRESIDENTE DA FENATEST

12:30 às 13:00 – PAINEL BÔNUS – A CAPACITAÇÃO DOS TST
EXPOSITOR: PROF. EPITÁCIO DE MEDEIROS – Diretor Presidente do Sistema Carrier de Ensino;

13:00 AS 14:00 HORAS – ALMOÇO

14:00 às 14:30 – DEBATES E SISTEMATIZAÇÃO DAS PROPOSTAS PAINEL
14:30 às 15:00 – DEBATES E SISTEMATIZAÇÃO DAS PROPOSTAS PAINEL
15:00 às 15:30 – DEBATES E SISTEMATIZAÇÃO DAS PROPOSTAS PAINEL
15:30 às 16:00 – CONCLUSÕES E CONSIDERAÇÕES FINAIS.

16:00 HORAS – ENCERRAMENTO

DIA 07 DE JUNHO DE 2008 – SÁBADO.
LOCAL: COLEGIO CARRIER - Rua CAETÉS 360 - Centro - Belo Horizonte - MG
REALIZAÇÃO: GRUPO SESTMG http://br.groups.yahoo.com/group/sestmg
INF: (31) 9162-4050APOIOS: CTB / CNTC / FENATEST / FUNDACENTRO

7º Edição do jornal "O Prevencionista"

Baixe o jornal!!!!!!
Siga os passos abaixo:
1 - É só clicar no atalho:http://rapidshare.com/files/119120663/Microsoft_Word_-_7_-_O_Prevencionista_-_7__EDI__O.pdf
2 - Clique em Free, e aguarde, um minuto depois irá aparecer a página de download
3 - Irá aparecer uma senha, para que vc digite, o macete é o gatinho - a senha são as letras eos números que tem o gatinho.
4 - Digite a senha que aparece no campo "Four letters with a gatinho"
5- Clique em download, fica no lado direito da senha.

sábado, 10 de maio de 2008

Parar de fumar reduz em cinco anos risco de morrer cedo entre mulheres



As mulheres que param de fumar reduzem consideravelmente o risco de desenvolver doenças cardiovasculares e de morrer cedo apenas cinco anos depois de abandonarem o hábito, de acordo com uma pesquisa divulgada nos Estados Unidos.
O risco de morrer devido a cânceres vinculados ao fumo também baixa 20% no período, segundo os pesquisadores do estudo, publicado na edição do Journal of the American Medical Association (JAMA) de 7 de maio.
Os pesquisadores detectaram uma redução de 13% em todas as causas de morte registradas nos primeiros cinco anos em que o hábito foi abandonado, comparado com as mulheres que continuaram fumando.
Descobriram que, 20 anos depois de largar o vício, o risco se iguala ao de uma pessoa que nunca fumou.
Stacey Kenfield da Harvard School of Public Health, de Boston, e seus colegas analisaram a relação da mortalidade das mulheres que fumam cigarros e deixaram de fumar, revisando dados de uma pesquisa realizada com 104.519 mulheres entre 1980 e 2004.
"Fumar quando jovem está associado a um maior risco de mortalidade, o que mostra a importância de implementar e manter programas escolares de prevenção do consumo de tabaco, além de aprovar leis que limitem o acesso dos jovens ao tabaco. Essas são estratégias preventivas chaves", destacaram os pesquisadores.
Fonte: yahoo.com.br

Segurança do Trabalho pelo Mundo!

Mais de mil acidentes mortais investigados
Portugal tem uma média anual de 230 mil acidentes de trabalho
Entre 2002 e 2008, foram investigados pelo Ministério Público mais de 1102 acidentes de trabalho que resultaram em morte. Sendo que só em 2007 foram 163 os acidentes mortais objeto de inquérito.
Os dados são avançados pela Autoridade para as Condições de Trabalho e divulgados (28/04), no dia em que se comemora o Dia Nacional de Prevenção e Segurança no Trabalho.
A Organização Internacional do Trabalho estima que, em todo o mundo, morrem anualmente mais de 2,2 milhões de pessoas em consequência de acidentes de trabalho e doenças profissionais.
Em Portugal, a média anual tem sido de 230 mil acidentes. Só nos últimos quatro anos morreram mais de 700 trabalhadores.
No total, a mesma fonte garante que foram 228 mil acidentes de trabalho registados em 2005, num total de 6 811.505 dias de trabalho perdidos por este tipo de sinistralidade. As vítimas contabilizadas têm, na sua maioria, entre 25 e 44 anos, sendo que 42% foram operários, artífices e trabalhadores similares, e só 15% são trabalhadores qualificados.
As zonas industriais, os estaleiros de construção, as pedreiras e as minas foram os locais onde se registaram mais de 50% dos acidentes, com um total de 152 mil dos casos. O trabalho com ferramentas de mão, o transporte manual e a manipulação de objetos são as atividades que contribuem para a ocorrência de mais de 50% dos acidentes.
As zonas afetadas por este tipo de sinistralidade foram, na sua maioria, as extremidades- mãos e pés- e 17% afectaram a cabeça. As regiões do País onde ocorrem mais acidentes são a região Norte, com 40,7%, a região Centro, com 27,5%, e a região de Lisboa, com 19,8%. Hoje, para assinalar a data, o Ministro do Trabalho, António Vieira da Silva, e a Ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, vão simular uma "aula" sobre segurança e higiene no local de trabalho em sete escolas , do 9º ano letivo, na área da Grande Lisboa.
Fonte: Diário de Notícias

Governo de Portugal quer menos 1/4 de acidentes de trabalho em 2012

Área de Segurança e Prevenção no Trabalho prepara grande inquérito nacional
O ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, José Vieira da Silva, quer reduzir em 25 por cento dos acidentes de trabalho até 2012. A meta insere-se nos objectivos da Estratégia Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho, sendo que, actualmente, Portugal apresenta, em média anual, 230 mil acidentes de trabalho. Destes, só no ano passado 163 foram mortais.
No âmbito do Dia Nacional de Prevenção e Segurança no Trabalho, que se assinala esta segunda-feira, o ministro sublinhou ainda o crescimento do número de técnicos com formação na área da prevenção e segurança do trabalho, que rondam os 15 mil.
No entanto, para satisfazer as necessidades das empresas nacionais, são ainda necessários «mais alguns milhares de profissionais», em particular de qualificação não superior, dado que deste número total, 12 mil são quadros superiores.
«Se é verdade que existe maior consciência social, a evolução do modo como se tem diminuído parte dos riscos tem também trazido a consciência de novos riscos», disse durante a cerimónia que decorreu esta segunda-feira.
Mais de 50% dos acidentes do trabalho ocorrem na construção civil
Para Vieira da Silva, a competitividade internacional está a gerar novas transformações tecnológicas e sociais.
O governante destacou ainda a redução de acidentes mortais de trabalho, dos cerca de 300 registados por ano há uma década até às 163 vítimas de 2007, sublinhando que, apesar da evolução decrescente, «não é suficiente».
Para tal, e entre as medidas previstas para detectar e prevenir novas situações, o Governo está a preparar a realização de um grande inquérito a nível nacional para avaliar questões ligadas ao trabalho.